Agora Notícia - seu Portal de Informação 24 horas

Estou "tranquilo e sereno", diz Lula após completar 30 dias na prisão

Mensagem do ex-presidente foi enviada a apoiadores por meio de advogados

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em novo recado à militância, disse que está tranquilo e sereno. "Não sei se os acusadores dormem com a consciência tranquila que eu durmo", afirmou. O recado foi lido pelo Levante Popular da Juventude na vigília Lula Livre, em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde o ex-presidente está preso desde o dia 7 de abril.

 "Já se completaram 30 dias que estou aqui aguardando que o Moro e o TRF-4 digam qual crime eu cometi", disse o ex-presidente. No dia 5 de abril, o juiz Sergio Moro expediu seu mandado de prisão.

No recado, repassado por seus advogados, o petista afirmou que é vítima de um conluio entre a imprensa e a força-tarefa da Lava Jato, "que não sabem como sair da emboscada que se meteram com tantas mentiras".

Lula também disse que tem acompanhado os atos de solidariedade que a militância faz de manhã e de noite.Todos os dias, os manifestantes se reúnem para dar bom dia e boa noite ao ex-presidente. "Não há nada no mundo que possa pagar o carinho que vocês têm demonstrado todo dia (...) A minha tranquilidade é porque eu tenho vocês."

  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Estou "tranquilo e sereno", diz Lula após completar 30 dias na prisão

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em novo recado à militância, disse que está tranquilo e sereno. "Não sei se os acusadores dormem com a consciência tranquila que eu durmo", afirmou. O recado foi lido pelo Levante Popular da Juventude na vigília Lula Livre, em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), onde o ex-presidente está preso desde o dia 7 de abril.

 "Já se completaram 30 dias que estou aqui aguardando que o Moro e o TRF-4 digam qual crime eu cometi", disse o ex-presidente. No dia 5 de abril, o juiz Sergio Moro expediu seu mandado de prisão.

No recado, repassado por seus advogados, o petista afirmou que é vítima de um conluio entre a imprensa e a força-tarefa da Lava Jato, "que não sabem como sair da emboscada que se meteram com tantas mentiras".

Lula também disse que tem acompanhado os atos de solidariedade que a militância faz de manhã e de noite.Todos os dias, os manifestantes se reúnem para dar bom dia e boa noite ao ex-presidente. "Não há nada no mundo que possa pagar o carinho que vocês têm demonstrado todo dia (...) A minha tranquilidade é porque eu tenho vocês."